(11) 94549 - 9321
    (31) 97554 - 0000
   Entre em contato
Como Tratar a Dor no Quadril sem a Necessidade de Internação ou Cirurgia
 
Métodos mais modernos permitem alívio dos sintomas de maneira menos agressiva
 
 
 

      Por ser uma região muito complexa, o quadril exige certos cuidados para evitar dores e até transtornos maiores. Essa articulação é responsável por sustentar a base da coluna, e liga as pernas ao tronco. Seu formato possui uma bola na cabeça do fêmur (osso da coxa) e uma cavidade preenchida por ela, na bacia; essa função de encaixe faz com que sofra com o impacto, além de problemas posturais.

 

      É importante, sempre, estar atento aos sintomas e procurar um médico especialista rapidamente para que o diagnóstico seja feito o mais rápido possível.

 

Quais as causas de dor no quadril ?

 

     Para se alcançar o sucesso em um tratamento para dor no quadril, antes de mais nada é necessário o diagnóstico correto a respeito da causa responsável pelos os sintomas. O início precipitado de um tratamento - sem a definição correta das causas que levaram às queixas do paciente - é uma das principais causas de falha terapêutica. Por isso é essencial que seja realizada uma consulta médica detalhada, com uma entrevista minuciosa e um exame físico específico de acordo com os sintomas relatados.

 

     A dor pode ocorrer em algumas pessoas durante o repouso; em outras pode ser desencadeada com o apoio do peso (carga) no membro; ou ainda surgir de acordo com grau de movimento da articulação. As principais causas de dores no quadril podem ser divididas em condições agudas ou crônicas, veja a diferença entre elas :

    - Agudas (recentes) : em geral relacionadas aos traumas (acidentes), como por exemplo aqueles que acontecem na prática de esportes, quedas, torções, pancadas, etc; ou 

 

    - Crônicas (antigas) : relacionadas com o desgaste e envelhecimento do corpo, no qual há redução na produção de colágeno e perda de resistência dos tecidos. Ocorrem com o passar dos anos em pessoas com predisposição genética ou necessidade de mudança de hábitos de vida.

 

   Existem muitas possíveis causas que podem gerar dor e desconforto nessa região, a demora para iniciar o tratamento pode prejudicar o paciente pois irá intensificar o problema e tornar o tratamento mais complicado. Os motivos mais comuns para dor no quadril são :

 

 

  • BURSITE TROCANTÉRICA: inflamação da bolsa (bursa) na lateral do fêmur, devido ao atrito contra o osso durante o movimento.
 
  • INFLAMAÇÃO DO TENDÃO: causa de dor também na lateral do quadril, pode ser aguda (recente), e recebe o nome de tendinite, ou crônica (antiga) chamada de tendinose; algumas vezes é confundida com as bursites.
 
  • NECROSE (OSTEONECROSE): tipo de lesão no osso causada pela redução na quantidade de sangue que chega até a cabeça do fêmur, ocorre a morte de células por falta de nutrição, e o osso então sofre uma deformação com perda de movimentos. Pode ser causada pelo uso de corticoide, drogas ilícitas, álcool, alteração de colesterol, mergulho em águas profundas, entre outras possibilidades.
 
  • DOR LOMBAR: problemas de coluna podem causar dores na região do quadril, sendo que o mais comum são as hérnias de disco e a compressão do nervo isquiático (ciático).
 
  • RESSALTO NO QUADRIL: desconforto na região, parece que a junta do quadril sai do lugar durante o movimento
 
  • FRATURAS: principalmente em mulheres idosas, relacionadas ou não com quedas, possuem altos índices de mortalidade nos dois primeiros anos. Tem como causa a fragilidade do osso (osteoporose) devido a falta de exercícios, alterações hormonais ou uso de alguns medicamentos.

 
  • ARTROSE: é o desgaste da cartilagem localizada na superfície de contato entre os ossos, pode causar dor na virilha; e a pessoa começa a perder o movimento da articulação.
 

      Apenas o médico é capaz de fazer o diagnóstico correto. É comum que pessoas com problemas no quadril tenham dores referidas na coluna, coxa ou joelho. A falta de uma avaliação especializada pode levar ao agravamento do quadro, por atrasar o início do tratamento. 

 

 

Como tratar a dor no quadril  ?

 

     Sempre que necessário, o médico ortopedista deve realizar o exame de imagem complementar, que pode ser uma ultrassonografi, por exemplo. Por meio desse exame o diagnóstico pode ser confirmado em tempo real, e o tratamento poderá ser direcionado e até mesmo guiado com o aparelho. Nos dias atuais esse exame pode ser feito já no dia da primeira consulta, sem necessidade de se deslocar até clínicas ou hospitais, o que aumenta a segurança e permite o início mais precoce do tratamento.

 

     As opções para tratar as lesões e doenças do quadril devem seguir uma sequencia que obedeça a ordem de iniciar com o menos agressivo, menos arriscado, menos invasivo; e ir aumentando de complexidade progressivamente, até que se obtenha o resultado desejado.

 

        Os métodos modernos utilizados pelo Dr. Otávio Melo e sua equipe no Instituto Regenius estão entre os mais modernos do mundo, e são os mesmos adotados não só nos maiores times de esporte profissional, quanto nas principais clínicas de reabilitação do planeta. Conheça alguns deles abaixo:

 

     WaveRegen - é o tratamento que utiliza as ondas de choque focais (também chamada de shockwave, em inglês).É um tratamento que utiliza ondas mecânicas geradas a partir de um aparelho no qual existe a geração de um impulso que gera uma onda de propagação sobre o tecido lesado. Aumenta o fluxo sanguíneo, aumenta a produção de fatores de crescimento, 

 

     RadioRegen - aplica ondas de radiofrequência direcionada ao local da lesão, permitindo a vasodilatação, produção de calor profundo através de eletrodos capacitivos e resistivos. Estimula ainda a taxa de metabolismo (o que aumenta a quantidade de energia disponível para a célula) e eleva a produção de colágeno, que é a molécula responsável pelo preenchimento e sustentação.

 

    MagnetoRegen - tratamento recém-lançado no Brasil, utiliza ondas magnéticas pulsadas de altíssima intensidade capaz de realizar a contração e relaxamento dos músculos sem o contato físico com o aparelho. O campo eletromagnético permite também realizar a neuromodulação, que é a capacidade de literalmente "desligar" o nervo responsável pela sensibilidade da região responsável pela dor. É um grande aliado no tratamento de dor intensa, e permite na grande maioria das vezes a redução da dor já no dia da primeira aplicação.

 

     FotoRegen - com a utiliação de feixes de luz ultra-potentes, pode ser aplicada com aparelhos de LED associado ou não ao LASER de alta intensidade. LED significa "Luz Emitida por Diodo"; enquanto Laser é uma sigla em inglês para "Light Amplifieda by Stimulated Emission of Radiation", ou seja, luz amplificada pela emissão estimulada de radiação. De uma maneira simplificada, uma corrente elétrica estimula um cristal (quartzo, rubi, esmeralda, etc) a produzir o feixe concentrado de luz, que de acordo com a configuração do comprimento de onda e intensidade estimula o tecido lesado para acelerar a recuperação de lesões, síntese de substâncias e fatores de crescimento.

 

    Com tantas opções de tratamento, os critérios para indicar cirurgias estão sendo cada vez mais questionados; uma vez que sintomas de desconforto e dor podem ser aliviados por métodos que oferecem menor risco de complicações, são menos agressivos, e possuem resultados animadores. Além disso, dispensam a necessidade de internação e podem, em um futuro próximo até mesmo tornar obsoletas muitas das cirurgia realizadas hoje em dia..

 

        Os tratamentos para alívio dos sintomas podem incluir ainda o uso de gelo, ou outros produtos - sob a forma de gel, pomadas, adesivos, por exmeplo, que podem ser aplicadas sobre a pele do quadril afetado. Em alguns casos pode ser necessário no início do tratamento o uso de medicamentos e a utilização de suplementos alimentares, vitaminas, e até mesmo hormônios para estimular a reparação dos tecidos afetados.

 
 

 

     A resposta aos tratamentos é individual e varia de pessoa para pessoa. Alguns pacientes apresentam resposta rápida já na primeira sessão, enquanto outros irão necessitar um acompanhamento contínuo, podendo ser necessário repetir as sessões até o alívio dos sintomas.

 

     Antes de considerar a necessidade de realizar uma cirurgia para dor ou lesão no quadril, existem ainda várias outras opções de tratamentos minimamente invasivos, como por exemplo, as infiltrações guiadas por ultrassom; bloqueios de nervos; e as técnicas de ortopedia biológica.

 
 
Para maiores informações, entre em contato com nossa equipe
 

 

 

Belo Horizonte
 
  (31) 97554-0000
  (31) 97554-0000
  Rua Gonçalves Dias, 82, Funcionários, Belo Horizonte - MG
São Paulo
 
  (11) 94549 - 9321
  (11) 3230 - 5295
  Av. Angélica, 2491 - Higienópolis  
<
Home   •   Topo   •   Sitemap
© Todos os direitos reservados.